VMB 2010 – Justin Biba é Webhit

18 de setembro de 2010
Nando Pax

É muito bom ganhar um prêmio, meu primeiro prêmio (!!!), ainda mais um como o VMB, um evento respeitado, promovido pela MTV com 15 anos de história e muitos ídolos que me inspiram na platéia.

Foram muitos fatores que ajudaram a construir essa audiência para o @GaloFrito, que nos deu o prêmio de WebHit do ano com a paródia Justin Biba, que já é um dos 100 vídeos mais assistidos do YouTube no Brasil.

Desde quando terminou a gravação eu sabia do potencial da produção e acreditei muito que chegariamos lá.

O sucesso da campanha se deve, principalmente, aos quase 12 milhões de acessos em pouco mais de 3 meses, lançamento no G1 (Via @GustavoMiller) e no Blog Não Salvo, uma temporada inteira do vlog “Pathy que te pariu” pedindo votos, juntamente com “tuitadas” ocasionais de @lapena, entre outros que somam quase 1 milhão de seguidores.

Assista a premiação:

Logo depois daquele momento inesquecível, fomos para a Área VIP onde haviam celebridades para todos os lados.

Mas uma coisa martelava minha mente. Não pude deixar de sentir um gostinho de derrota, por ser lembrado apenas pela mixagem e por não ter levado o prêmio com o Cala Boca Galvão, que foi um marco na história da copa e também merecia o prêmio.

De qualquer forma, foi um momento de muita emoção, tanta emoção, que a única coisa que consegui dizer foi: “PORRA”. Só por isso que entendo o porque do @Mederi ter me agradecido apenas por ter “ajudado na mixagem”.

É… só eu sei as horas que levaram para que ele cantasse a música e para que eu fizesse as alterações importantes na letra… o trabalho que deu para fazer os backing vocals e para escrever a parte cantada pelo Hélio de La Peña, recitada durante a premiação, que não existia na paródia. Depois de tudo, também lembro das mais de 30 horas para afinar a voz e mixar 8 versões até a versão final.

Confesso que fiquei muito chateado, não por ter perdido, mas por não ter levado nem a estátua pra casa do prêmio que ganhei, nenhum centavo pelo trabalho que fiz, nem o reconhecimento pelo meu envolvimento com o processo. Mas, o que me deu mais raiva foi ser trollado pelo @IanBlack, que foi ovacionado no Twitter por ter invadido o palco e participado da premiação, como se fosse um dos responsáveis. Sem comentários…

Quem me conhece sabe do amor e entusiamo com que trabalho. Não são esses acontecimentos “bizarros” e a falta de reconhecimento, que me farão ser diferente. Continuarei sendo altruista e trabalhando silenciosamente, valorizando parcerias, sem medo de reconhecer e agradecer quem quer que seja que tenha contribuido.

Muito obrigado @Mederi, @Alelou, @Lapena, @NaoSalvo, @PathydosReis, @GustavoMiller e a todos que votaram…

Até o próximo prêmio.
@NandoPax