Viajante do Espaço

24 de fevereiro de 2014
Nando Pax

No fim de 2011, minha busca pelo desconhecido me levou a caminhos não convencionais. Vivi uma sensação intensa de felicidade por ter encontrado mais sentido para minha vida. Em uma noite qualquer, terminei o trabalho e senti uma vontade muito grande de compor. 30 minutos depois estava pronta essa letra que foi sendo lapidada com o tempo.

Gravei uma guia e enviei para o Maestro Carlos Ranoya que produziu o arranjo ainda em 2011. Gravei a voz em 2012 no estúdio em casa, e confesso que não fiquei muito satisfeito com a interpretação. Porém, recentemente decidi deixar um pouco de lado a busca pela perfeição e resolvi deixar rolar para ver o que acontece.

Trata de um tema considerado piada por muitos, mas para mim uma realidade indiscutível. A humanidade, atualmente escravizada, precisa de uma guinada, tecnologia que vem do céu… Que este canto se torne um mantra para nos ajudar na difícil missão de libertar nossos próprios gênios e que estejamos prontos para receber nossos amigos do espaço.

Durante um tempo, fiz alguns contatos para mostrar a música para Nando Reis, Fernanda Takai, Pitty para que participassem do projeto “HOPE FOR XINGÚ”, em português “Esperança para o Xingú”. Basicamente, seria a gravação de um vídeo clipe onde uma pequena índia pede aos céus que sua tribo não seja destruída pela construção da Usina Belo Monte, então o “Viajante do Espaço” que seria interpretado pelo Caine (do Caine’s Arcade) escuta o chamado e traz pra terra uma tecnologia que evita a construção da usina.

Este projeto ainda não aconteceu por falta de recursos, mas espero que algum dia algum possa ser rodado. Quem sabe se você não pode me ajudar?

Escute no SoundCloud:

ISRC: BR-PDZ-14-00003


LETRA
Grande mestre,
Atenda o meu pedido,
A tribo está perdida,
Renove nossa fé…

Mande o viajante do espaço
Por o pé na estrada
E na bagagem fadas
Disfarçadas de mulher

Que por onde passam
Lançam seu encanto
Multiplicam nosso bando
Compartilhando doce mel

Fonte de alimento
De Néctar sagrado
Santo graal dourado
Uma escada para o céu

REFRÃO
Pra conhecer um ser supremo
Reconhecer somos pequenos
E libertar o seu próprio gênio
Poder voar, poder voar, poder voar… Ah ah aahhh

PARTE II
Seres luminosos
Das alianças galácticas
Salvem nossa pátria
Nos digam como é

Povo das estrelas
Dos mundos mais distantes
Nos levem adiante
Muito além do sol

Recitem este canto
Pelos quatro cantos
Ele traz acalanto
Dá força elemental

É conhecimento
Que vem da eternidade
Da pura sinceridade
Experiência transcendental.

REFRÃO
Pra conhecer um ser supremo
Reconhecer somos pequenos
E libertar o seu próprio gênio
Poder voar, poder voar, poder voar… Ah ah aahhh

PARTE III
Se a vida, fez sentindo
Este é o seu compromisso
Chega de comodismo
Vem junto comigo
Vem voar, vem voar, vem voar…

Quando a hora chegar
Ninguém sabe quando será
Onde você vai estar
Onde nos vamos estar
A um passo do paraíso


Ficha Técnica
Letra, melodia e voz por Nando Pax
Produção e arranjo por Maestro Carlos Ranoya
Violão por Rogério Taliba
Produção Executiva por Produlz.com

Deixe uma resposta

Required fields are marked *