Kin 246 - Enlaçador de Mundos Cristal Branco

“Coloco ordem nas coisas e nunca abandono minha tarefa, pois sempre há alguém em algum lugar que pode ajudar-me.”

O mantra do meu Kin, Enlaçador de Mundos Cristal Branco no calendário maia, ilustra bem como penso. No que se refere ao meu signo tradicional, tenho mesmo muitas características dos psianos: sou bondoso, criativo e sonhador. Se tenho um objetivo, sou capaz de perseguí-lo com todas as forças até alcançá-lo.

Nasci em São Paulo – Capital, onde fui criado, até mudar para Londrina em 1997.

Aos 13 anos, após concluir meu curso de Windows 3.11 na SOS Computadores, iniciei meu primeiro empreendimento que fazia impressos para empresas próximas a minha casa no Itaim Bibi em São Paulo.

Nunca tive muito gosto pelo colégio. Era muito mais fácil para mim passar as madrugadas na internet no bate papo, fazendo sites, alimentando meus conhecimentos em programação e em novas tecnologias do que nas entediantes aulas do colégio.

Beirando os 15 anos de idade, resolvi estudar violão com o saudoso Maestro Edval de Andrade, para tentar espantar minha timidez, afinal o carinha que tocava violão no prédio que eu morava, estava sempre rodeado de gatinhas.

Como as aulas eram em grupo, logo fiz novos amigos e comecei a compor deixando o mundo virtual um pouco de lado e acabei pegando gosto pela coisa. Muito incentivado em alguns meses já tinha várias composições.

Em 1999 voltei para São Paulo para morar na casa dos meus tios, mas acabei dividindo um apartamento com uma colega do trabalho de “Suporte Linux” que havia arranjado na empresa de um amigo hacker que havia conhecido no na sala 2801 de informática do UOL.

Nessa mesma época, me apaixonei a primeira vez e com ela comecei a fazer pequenas apresentações em barzinhos e em festas de amigos.

Um ano depois, reprovado no 1º colegial novamente, voltei a Londrina, onde me associei com Alessandro Galvão Valente, para criação da AVG Designs, produtora de websites.

Após mais um fracasso profissional, iniciei uma nova fase em minha vida e finalmente finalizei o ensino médio no Supletivo da UEL. Na mesma época, virei triatleta e emagreci 43 quilos em 6 meses, graças a ajuda do meu eterno amigo Bill. Passei a competir e ganhei até algumas medalhas em competições regionais.

Em 2001, empurrado pela minha namorada, financiado pelos meus pais, ingressei na Universidade (UNOPAR) no curso de Ártes Visuais com Enfase em Computação Gráfica. O namoro não durou muito tempo e o relacionamento com os professores não era muito saudável, fazendo com que meu interesse pelo curso fosse por água abaixo. Resultado, após 6 meses de estudo, tranquei a matrícula e iniciei um novo empreendimento, só pra variar.

Empolgado com a banda Pax Vóbis e nossa primeira demo, vendi meu Fusca 85 e resolvi abrir estúdio musical. Me associei a Dony Paraná e Fernando Martinez, que me ensinaram muito sobre música e gravação, além de me transmitirem os primeiros conceitos de produção cultural. Ainda muito jovem e inexperiente, sem ajuda dos sócios o negócio serviu mesmo para me mostrar que era possível trabalhar no que eu mais gostava.

Com mais esse fracasso nas costas, voltei para São Paulo definitivamente em 2002 para trabalhar na empresa do meu primo, Deltatech, onde gerenciei projetos web.

Após alguns meses em São Paulo fui convidado a participar da Banda Dagruta dirigida pelo genial Denis Salgado. Depois que gravamos um single, capturei alguns e-mails na internet e tive sorte de encontrar 2 pessoas chave que mais tarde ajudaram-me a escrever parte da minha história.

A primeira foi Sarita Fontenelle que me apresentou a tecnologia VoIP e a segunda foi Israel Costella, que mais tarde veio a ser meu companheiro de trabalho.

Na BKC Produções, minha primeira experiência em um estúdio profissional, tive o prazer de trabalhar com Israel Costella, Jony Goto e Flávio Ishizuca, grandes amigos que contribuiram muito para meu sucesso profissional.

Entre as centenas de bandas iniciantes que gravei, aprendi muito e acabei conhecendo um locutor chinês, o Dr. Alexandre Qi (também mestre em Feng Shui) e o locutor brasileiro Jorge Abdel que foram os primeiros fornecedores do meu próximo empreendimento, o primeiro devidamente legalizado.

Um belo dia, Jony Goto me disse que era muito meu fã, mas que eu deveria usar minha capacidade para ganhar dinheiro, enquanto era jovem, para depois poder investir em meus sonho musical.

Enquanto fazia os cursos de Pro Tools e Mixagem na Synthex, lecionado por Carlos Ranoya, procurava por um nome que fosse único, que representasse bem a nova empresa.

No dia 17 de julho de 2005, registrei o domínio e criei o site da Produtora Produlz.com, sem recursos para nenhum investimento inicial. A idéia do negócio era consolidar a parceria com a BKC Produções, para continuar atendendo as bandas que gravei durante minha permanência no estúdio.

Na primeira versão do site, além dos serviços para gravação de bandas, inclui os serviços de Locução em Português, Chinês, e duplicação de CD/DVD.

As ações de e-mail marketing, já não traziam resultados satisfatórios. Então, comecei a explorar a ferramenta de anúncios do Google, o AdWords e começaram a surgir os primeiros clientes corporativos, que logo me obrigaram a constituir a empresa legalmente.

Logo nos primeiros meses de funcionamento, um dia, no inicio da noite, recebi uma solicitação que mudou para sempre minha história. Era de um projeto em várias línguas inclusive chinês.

Depois disso, incorporei a estrutura do Studio 11, na época no Jabaquara em São Paulo, onde tive oportunidade de aprimorar meus conhecimentos de gravação e mixagem. Lá recebi a primeira solicitação internacional para fazer uma dublagem de um desenho pornô e a voz para um jingle para o Canal Jetix da Disney.

Em 2007 depois de deixar para traz a mega-estrutura do estúdio, a empresa retornou o foco em produções internacionais e com isso veio o primeiro grande projeto. No mesmo ano Sarita Fontenelli uma amiga que conheci pela internet em 2002 me falou sobre a possibilidade de ter um número de telefone VoIP em Londres para falar de graça com os países da União, China e Estados Unidos.

Empolgado com a novidade, logo a incorporei a estrutura da Produlz, para o lançamento do site em inglês com telefones em Londres, nos EUA, além da versão em português de Portugal e Espanhol da América Latina. No primeiro dia recebemos uma solicitação de uma empresa Escocesa, até hoje um dos maiores projetos que realizamos. No mesmo ano ampliamos nossa rede de fornecedores internacionais para mais de 200 profissionais.

No meio do ano comecei a me envolver com a gravação das vozes dos softwares de síntese de voz da Loquendo e Microsoft, o que me levou a criar o blog Text-to-Speech Brasil, sobre fala sintética em 2008 durante a Campus Party Brasil.

Quando cheguei a Campus Party não tinha nem ideia do que era. Ganhei uma credencial da Gerente da Caixa Econômica Mônica, que patrocinou o evento na ocasião. Lá além de lançar o blog, conheci o Alexandre Lourenção, que me apresentou os amigos Thálita e Gustavo.

Em dezembro de 2008 durante uma reunião que estava fazendo com a Thálita, respondendo perguntas sobre a Campus Party, tive a ideia de levar um telefone VoIP para que as pessoas ligassem de graça, na próxima Campus Party em protesto contra as tarifas telefônicas abusivas. Alguns dias depois Alexandre complementou com a ideia do orelhão.

Quatro dias antes do evento li uma matéria da Marina Lang na Folha com críticas sobre o patrocínio da Telefonica. Neste momento decidi fazer o orelhão e levá-lo a Campus Party.

Surgiu assim o Movimento LiberdadeTelefonica.org e a primeira ação de guerrilha do mercado VoIP no mundo. Durante o ano de 2009 fui alimentando o blog com minhas descobertas sobre a tecnologia VoIP. Em março também criei o site LigarVoIPGratis.com.br outro grande sucesso o que alimentou ainda mais meu sonho de viver de Adsense.

No meio do ano indicado pela Microsoft, fui gravar as vozes do software de síntese de voz da Universidade de Vigo na Espanha, onde aproveitei para tirar uma férias, encontrar a certidão de nascimento do meu Bisavô na itália, dar uma volta pela Europa e ainda levar o orelhão para Campus Party Valência.

Com todas missões cumpridas no velho mundo voltei para o Brasil para conseguir os documentos que faltavam para cidadania e para comecar uma nova vida…

Ainda no fim de 2009 comecei a planejar a aparição do orelhão na Campus Party 2010. Desta vez com apoio de três operadoras VoIP e uma fábrica de cabines o orelhão teve uma repercussão muito maior, despertando o interesse de autoridades e empresas.

Em arraial do cabo na virada de 2009 para 2010 decidi que retomaria minha carreira artística e é o que estou fazendo agora, além das atividades na Produlz, do blog Liberdade Telefonica e do Protesto 3G Élimitado.

Em 2010 ganhei o VMB junto com o galo frito e emplaquei o Cala Boca Galvão, uma das produções mais importantes da minha carreira. Em 2011 fiz o The Test of The Shell, e comecei investigações sobre uma série de assuntos controversos.

O tempo passou em no início de 2012, me casei pela segunda vez e me mudei para Campo Grande, MS. O relacionamento não durou muito, mas graças a ele, conheci pessoas maravilhosas e plantei amizades verdadeiras que deram muitos frutos. Foi uma fase muito difícil, onde surgiram composições como Boa Solução e Teoria da Conspiração, que ainda continuam inéditas.

Em 2013 formei a banda Geração Alien, com os amigos Vagner Silvestre, Douglas Urquiza, Vlademir Silvestre, e Humberto Chelotti. As principais composições da época foram I need you e Majestoso sem terra (que você encontra aqui no blog), e a época ficou marcada pelo surgimento da ideia da “Sociedade Artística Não Monetária”.

As dificuldades financeiras que passava na época, impediram a banda de continuar, e então me mudei para Rochedo, a 100km de Campo Grande para reestruturar minha carreira e me preparar o retorno triunfal.

Em um ano em Rochedo, consegui grandes avanços na minha carreira de compositor e estou cada vez mais confiante para o lançamento de um disco histórico em 2015. Continuem torcendo por mim!

… continua

3 Comments

  1. te devo um processador AMD. hahaha.

  2. Poxa, você descreveu de forma clara a parte da história em que tenho participação.

    Gostei do relato como um todo, é verdadeiro. Acho apenas que você esqueceu de citar a dona da Leonora.

    Mas… lembranças a parte, sucesso GORDOOOOOO!!!

  3. Meu Querido….fiquei super feliz de ter podido contribuir com algo de valor para sua vida….vc para mim é tambem um filho do meu coração e torço pelo seu sucesso sempre e fico feliz em saber que vc conseguiu.Voce é uma pessoa única,talentosa e tem um caminho lindo pela frente.E nunca se esqueça que o dom que Deus lhe deu é para ser distribuido pelas pessoas pq só assim vc será verdadeiramente feliz.Um beijo no seu coração !

Deixe uma resposta

Required fields are marked *